quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Boulevard Olímpico - o que ver?

A dupla de viagem deu uma de turista na própria cidade. Com a criação do Boulevard Olímpico a gente não poderia deixar de conhecer essa nova área da cidade, totalmente revitalizada. E quem conhecia o antes se impressionou com o depois!
 
Aproveitamos que fomos assistir o jogo de vôlei de praia (BRAxARG), em Copacabana, para pegar o metrô e partir para o centro da cidade. Saltamos na estação da Carioca e fomos caminhando pela Avenida Rio Branco até a Rua Sete de Setembro, viramos à esquerda e depois à direita na Rua Gonçalves Dias. Pra quem não faz ideia de onde chegamos, mas já conhece a dupla de viagem mais gulosa do planeta rsrsrrs nossa primeira parada foi na Confeitaria Colombo, porque, afinal, ninguém é de ferro rsrsrs

Arena do vôlei de praia


Confeitaria Colombo

Saimos dali e continuamos caminhando pela Rua Sete de Setembro em direção à Praça XV (não tem mistério é só seguir em frente até a Rua Primeiro de Março). Chegando lá vocês já vão ver o arco de entrada do Boulevard. À direita, podem aproveitar para conhecer a Casa do Japão, no Paço Imperial. 

Preferimos continuar a caminhada até a casa da Austrália, na bolsa de valores. Essa casa é destinada, principalmente, pra quem pretende morar por lá. Logo ao lado, para os aventureiros, tem um guindaste com um bungee jump (40m). Muito obrigada, mas essa eu passei! rsrsrsr

vídeo do bungee jump


Seguindo pelo Boulevard, continuamos caminhando e apreciando toda aquela nova área. Ficou lindo demais! O Espaço Cultural da Marinha, que já falamos em outro post, floresceu com essa obra. Antes ficava em um lugar escuro e sujo, escondido embaixo do viaduto. Hoje, ganhou novos ares!

Mais adiante, chegamos finalmente próximo à pira olímpica e a parada pra foto é obrigatória!



A caminhada continua! Isso mesmo, não esqueçam de calçar um tênis bem confortável, porque vocês vão andar bastante. Por dentro do Primeiro Distrito Naval há um novo caminho super agradável com vista pra Baía de Guanabara. Quem quiser, pode aproveitar pra conhecer a casa de Portugal, um navio veleiro, mas prepare-se para a fila!

Ao fundo o Navio Veleiro Sagres


Finalmente chegamos na Praça Mauá, onde fica o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio. Também na mesma área, existe uma réplica do 14 bis, as letras que formam as palavras Cidade Olímpica e um palco armado para assistir as competições do dia.

Cidade Olímpica

14 bis

Museu do Amanhã

E se você achou que agora a caminhada tinha acabado, se enganou! Mas se você já está cansado de caminhar pode sentar um pouco e se deliciar com dezenas de food trucks que existem no local. Outra opção para não andar tanto é pegar o VLT, mas sinceramente não vai ter a mesma graça. Ao longo do caminho existem várias atrações que só poderão ser vistas caminhando e sentindo o clima de Olimpíadas no ar.

Mascote


Agora começa talvez uma das partes mais interessantes da caminhada, se é que é possível eleger alguma parte como a mais interessante! Após a Praça Mauá, o Boulevard continua e logo no Armazém 2 podemos visitar a Casa Brasil, que traz a nossa cultura de uma forma bem alegre e colorida.

Foto tirada em máquina na rua e enviada para o email na hora
Festas do Brasil

Que tal um basquete paralímpico?

A Casa da Coca-Cola estava com fila para entrar, então preferimos seguir adiante. O legal é que pela rua existem pontos interativos para tirar foto e enviar para o seu email, ou ainda sair na capa do jornal O Globo.

Outro ponto auge da caminhada é o painel feito pelo grafiteiro Kobra. É impressionante quanta beleza sai de uma parede que tinha tudo pra tornar aquele lugar feio, mas transformou a paisagem em algo bonito e criativo. 



Para finalizar, visitamos a casa do Rio de Janeiro, que está muuuuuuito legal!!! Super interativa e ótima para levar os pequenos. Quando fomos não tinha fila e não estava muito cheia, o que nós achamos ótimo! Talvez porque muitos desistam de chegar até o final da caminhada ou nem desconfiem que ela esteja lá. Com certeza com a abertura da Casa da NBA, bem em frente (altura do armazém 6) no dia 12 o público deve aumentar.

Uniforme usado pela Seleção de Vôlei

Ouro Olímpico




















Que tal uma partida com a Seleção? Casa do RIO

Simulador de remo



Sensacional define essa experiência!!! Acho que vale a pena reservar uma parte do dia para conhecer a nova zona portuária do Rio de Janeiro. Pra quem quer evitar o final de semana, mas trabalha durante a semana, a dica é ir após o expediente, já que o movimento é grande e as casas funcionam até 20hs.

Para os turistas, na casa do Rio de Janeiro é possível pegar alguns folhetos, mapas e sugestões de roteiros para o interior do Rio. Aproveitem! Além disso, nos quiosques de informação ao turista também têm revistas e guias bem legais.

Não deixem de conferir algumas dicas dos Museus que ficam no caminho (clique aqui)

Ah, fizemos esse roteiro em 3 horas, mas com certeza teremos que voltar lá outra vez. Primeiro, pra conhecer a casa da NBA que ainda não tinha inaugurado e também para conferir as outras atrações que estavam com fila ou vimos muito rápido, já que tínhamos horário pra voltar. De qualquer forma, reservem no mínimo 3 horas pra ter uma visão geral do local.

Espero que os cariocas tenham se animado a conhecer e os turistas aproveitem bastante.


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

O que fazer nas Olimpíadas do Rio? Museus - parte 2

E aí, duplas ?!?

Tenho certeza que leram nosso primeiro post das Olimpíadas no Rio e adoraram, né?!? Quem não leu, vale conferir aqui. Nele escrevemos sobre alguns dos principais Museus do Rio de Janeiro, principalmente aqueles situadas próximos à Praça Mauá.

Hoje vamos escrever sobre os outros museus (principalmente os que ficam perto da praça Cinelândia), que também fazem parte do nosso centro histórico e enchem os cariocas de muito orgulho, contando um pouquinho da nossa história.

1) Museu de Histórico Nacional


 O Museu conta com exposições permanentes, que retratam a evolução Histórica do nosso país por meio de moedas e automóveis, bem como exposições itinerantes. 

Nas Olimpíadas o Museu vai abrigar a Casa do México e contará com 3 exposições sobre o país: "A magia do Sorriso", uma amostra arqueológica que é uma alegoria para a felicidade; ‘Frida e Eu’, uma mostra interativa para crianças sobre a renomada pintora Frida Kahlo; e uma homenagem à história do desenho gráfico latino-americano dos Jogos Olímpicos em “América Latina, Jogos Olímpicos: México 68 – Rio 2016 ‘. Haverá também um espaço para explorar as possibilidades de turismo no México.

O Museu fica na Avenida Marechal Âncora, s/n (em frente a Aeronáutica, próximo ao Aeroporto Santos Dumont.

Horário de funcionamento: terça à sexta-feira das 10 às 17:30 horas. Sábados, domingos e feriados: das 14 às 18 horas.

2) Teatro Municipal


Não necessariamente um museu, mas um teatro com muita história pra contar! É palco de inúmeros espetáculos de ballet, ópera e até mesmo entrega de prêmios. Estar nesse lugar é como voltar ao passado e se sentir parte da nobreza. E nada mais nobre do que respirar cultura, não é mesmo?!? Hoje, graças a Deus, não é preciso pertencer a nobreza para frequentá-lo, pois possui espetáculos acessíveis a todos os bolsos ao longo do ano!

No mês das Olimpíadas, apresentará a Trilogia Amazônica -ballet e orquestra sinfônica do Teatro Municipal, nos dias 3, 4, 6, 11, 12 e 13, às 20h e nos dias 7 e 14 às 17h.

Também haverá apresentação da Ópera Sãvitri, com o solista da Academia de Ópera Bidy Sayão e músicos da orquestra Sinfônica do tettro Municipal, nos dia 19 de agosto, às 20h e dia 21 às 17h.

Os tickets podem ser comprados no site ingresso.com ou na bilheteria do teatro.

A visita guiada acontece de terça a sexta às 11:30, 12h, 14h, 14:30, 15h e 16h; sábados e feriados: 11h, 12h e 13h. A visita em inglês acontece de terça a sexta às 14h e sábado/feriados às 12h. O valor é R$20,00 (inteira), R$10,00 (meia).

O Teatro fica na Praça Cinelândia (acesso metrô Cinelândia).

3) Biblioteca Nacional


Ainda na Praça Cinelândia, encontramos esse lindo prédio, onde se situa a Biblioteca Nacional, considerada pela UNESCO uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo e a maior biblioteca da América Latina.

A Biblioteca Nacional funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e sábados, das 10h30 às 15h.
A visita orientada na Biblioteca Nacional é gratuita e pode ser realizada de segunda a sexta-feira, em três horários: 11h e 15h (português); 13h (inglês).

 4) Centro Cultural da Justiça Federal


Ao lado da Biblioteca Nacional está o prédio da Justiça Federal e o seu centro cultural. No mês de agosto (até 28/08) haverá a exposição "Atletas de Corpo e Alma" que combina, em cerca de 60 imagens, atletas em ação nas suas respectivas modalidades esportivas com retratos produzidos de modo mais pessoal e intimista pelo fotógrafo Gustavo Malheiros.

Funcionará na galeria do segunda andar de terça a domingo, de 12h às 19h.

5) Museu Nacional de Belas Artes


Localizado entre o Teatro Municipal e a Biblioteca Nacional está o Museu Nacional de belas Artes, que possui um grande acervo de obras.

Aproveitando o clima de Olimpíadas, o museu recebe, até o dia 2 de outubro, a exposição “Os Jogos da Antiguidade | Grécia e Roma”. A mostra apresenta 10 das maiores coleções italianas e gregas, exibe esculturas que representam atletas, objetos usados por eles, ânforas e mosaicos que retratam cenas esportivas. São cerca de 60 obras, algumas com mais de 2.500 anos de idade.

Funciona de terça a sexta-feira das 10 às 17hs; sábados, domingos e feriados das 13 às 17 horas.
 
Ingressos: R$ 8,00 e meia: R$ 4,00 e ingresso família (para até 4 membros de uma mesma família) a R$ 8,00. Disponibilizamos audioguias: R$ 8,00. Venda de ingressos e entrada de visitantes até 30 min antes do fechamento do Museu. Grátis aos domingos.

6) Câmara Municipal do Rio de Janeiro


Completando a visita pela Praça Cinelândia, a câmara dos Vereadores também tem muita história pra contar. As visitas podem ser feitas nos dias úteis. Não achamos informação sobre o horário de visitas, mas acredito que seja no horário comercial. O telefone de contato para mais informações é Tel.: (21) 3814-2121

Aproveitando o tour pelo centro da Cidade, um passeio imperdível e bem pertinho de todos esses museus é o bondinho de Santa Teresa, que depois de alguns anos voltou a funcionar. 


O ponto inicial é perto do largo da carioca (metrô carioca), atrás da sede da Petrobrás, numa rua bem escondidinha, chamada Rua Lélio Gama.

O bonde está em fase de testes e opera de segunda a sábado, das 11h às 16h, com intervalos de 20 minutos. O ponto alto dessa viagem no tempo é quando o bonde passa por cima dos arcos da Lapa, antigo aqueduto.


Pra finalizar nosso roteiro de museus no centro histórico da Cidade Maravilhosa, não poderíamos deixar de falar de um lugar que, apesar de não ser museu, guarda na sua arquitetura toda a história da cidade e de quebra sacia nossa fome! É a confeitaria Colombo!





Ela foi fundada em 1894 e continua linda até os dias de hoje. Poder desfrutar de toda essa beleza tomando um chá, almoçando ou simplesmente comendo um doce ou salgado no balcão não tem preço, ainda mais depois de conhecer todos esses pontos turísticos do centro da cidade.

Uma sugestão para esse mês de agosto (04, 11, 12, 19 e 25/08/2016) é o chá tradicional, que acontece de 17h às 19h30, no segundo piso, pelo valor de R$ 65,00 + 10% (não aceitam cheque).
 
O cardápio do chá conta com uma variedade de delícias entre pães, frios, salgados, mini sanduíches e canapés, além de doces, bolos, mini tarteletes, e os já consagrados pastel de Belém e quindim de camisola. Para beber, café, chocolate, sucos e uma seleção especial de chás nacionais e importados, perfeitos para acompanhar biscoitinhos e petit fours.

Haverá uma Edição Especial 200 anos Missão Francesa no dia 26/08/2016.

A confeitaria fica na Rua Gonçalves Dias, 32 (Próximo à Rua Sete de Setembro). Metrô mais perto é a estação carioca. 

Funciona de 2ª à 6ª feira: de 09:00 às 19:30h; sábados e feriados: de 09:00 às 17:00.

É isso, pessoal!!! Esperamos muito que tenham gostado desse pequeno guia do nosso centro histórico, lembrando que ainda existem outros lugares pra conhecer, como igrejas maravilhosas. Sugerimos que vocês entrem em algumas, a medida que forem passando por elas! Um pouquinho de oração sempre faz bem, além disso são um colírio para os olhos de tão belas.

Viram como é possível aproveitar os jogos e ainda sair dessa viagem com muito conhecimento? Muito legal saber que muitos museus também se prepararam para esse período olímpico! Então, vamos aproveitar!!!