quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Dicas de como viajar sem falar inglês

Vejo que muitas pessoas têm MEDO de viajar por não falar inglês e acabam deixando de conhecer lugares maravilhosos. Um jeito fácil de resolver esse problema é contratar uma excursão e deixar por conta deles. Existem outras formas, no entanto, que dependem de um pouco de coragem, mas que podem transformar a sua viagem em uma viagem ao seu interior! Nada mais gostoso que traçar um objetivo e conseguir conquistá-lo. Nada é impossível! 

Falo isso, porque quando começamos a pesquisar uma viagem em blogs, sites e livros é como se já conhecêssemos aquele lugar; ficamos tão íntimos, que ao chegar no local, dificilmente algo vai sair errado e o "não falar inglês" vai ser apenas um detalhe. 

Nunca ouvi dizer de alguém que não voltou pra casa, porque não conseguiu se comunicar. O máximo que já ouvi foram boas histórias, que renderam boas gargalhadas, como uma senhora que perguntou ao garçom que tipo de carne era aquela, fazendo Muuuuuu??? e o mesmo respondeu que não, fazendo Béeee!!!! hahahah. 

Hoje em dia, existem várias tecnologias que podem ajudar nessas horas, como aplicativos que fazem a tradução e mapas que funcionam offline. 

Um desses aplicativos é o google tradutor que pode ser baixado no celular e te ajudar quando bater o desespero. Essa ferramenta tem inúmeras funcionalidades e uma das grandes facilidades é que ela pode funcionar offline, ou seja sem conexão com a internet, desde que você baixe o idioma que deseja (gratuito).

Mas imagina que aparece um texto enorme na sua frente e você pensa: Agora ferrou! #sqn O aplicativo permite que você tire uma foto e ele se encarrega de fazer a tradução. Que tal? Perfeito, hein?! Acho que até eu vou usar na hora que bater a preguiça rsrsrsr 

Ahhhh, mas você fala inglês fluente e se garante?!? E francês, alemão, japonês, também fala???  Pois é, ele pode te ajudar em muitas outras línguas. 

Aí agora você pensa: tô salva! Imagina quando você descobrir que ele também traduz por áudio?! (você manda uma áudio em português e na mesma hora ele traduz. Você pode até colocar a pessoa pra falar em inglês, que você vai ouvir e ler tudo em português). Bom, a essa altura do campeonato já sei que o seu celular acabou de ganhar mais um aplicativo! E vai ser muito útil, tenho certeza! Estou IM-PRES-SIO-NA-DA!!!!!


Reparem nas funcionalidades do GOOGLE TRADUTOR: foto, aúdio e até desenho (alfabeto japonês, por exemplo)



Outra dica para não se perder e ter o guia das principais cidades em suas mãos é baixar o aplicativo do tripadvisor, bem conhecido entre os viajantes. O que muitos não sabem é que existe um campo para fazer o download das cidades de interesse e depois o acesso pode ser feito de forma offline, ou seja, sem necessidade de conexão com a internet. (lembre-se de baixar a cidade enquanto estiver online)



Um jeito de conhecer a cidade (sem o risco de se perder) são aqueles ônibus hop on hop off, que deixam em todos os pontos turísticos, com áudio guias em várias línguas, inclusive o português. Assim, além de não se perder, ainda dá pra conhecer a história do lugar na sua própria língua. (site- clique aqui)


Essa dica que vou dar agora, vale para todos os viajantes, inclusive os que falam inglês. Existe a possibilidade de fazer uma visita guiada pelo centro da cidade, passando pelo principais pontos turísticos, com um guia que fala outras línguas (normalmente o espanhol já ajuda bastante), são os free walking tours (tradução livre: visita a pé guiada), feitos normalmente por moradores locais, formados em história, que marcam um ponto de encontro e custam apenas o que o seu coração e a sua consciência mandarem. 

Os guias costumam estar identificados com um guarda-chuva no ponto de encontro (normalmente, em um praça turística de fácil acesso)

Esse tipo de turismo é bem comum nas principais cidades turísticas do mundo, inclusive, aqui no Brasil também já existe! Você só tem que lembrar de buscar no google por free walking tour e o nome da cidade que quer conhecer. Então, você descobre o ponto de encontro e horários que essas visitas acontecem em diversas línguas e se direciona ao local para fazer o tour gratuito (É conveniente dar uma gorjeta, se gostar do serviço). O ideal é mandar um email para maiores informações e garantir o seu lugar, pois eles costumam atender a grupos pequenos, o que é bem legal também.

Bom, eu fiz este post, porque muitas pessoas têm um certo receio de viajar por conta própria. Um dos maiores empecilhos é o idioma, o medo de se perder, de não conseguir entender e se fazer compreender. Acho que todas essas dicas vão ajudar a dar um pouquinho de coragem para acreditar que é possível viajar para fora do Brasil sim, mesmo sem falar inglês.

Gostaram? Se essas dicas foram úteis ou se você tem alguma pra ajudar nossas duplas viajantes, não esqueça de compartilhar conosco aqui nos comentários e boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário